Você sabe a importância de proteger seu filho contra os 5 tipos (A, B, C, W e Y) que mais causam a meningite meningocócica?5,7,10

Mesmo que seu filho tenha sido vacinado contra a meningite, lembre-se que existem 5 tipos principais (A, B, C, W e Y), e, embora incomum, essa doença pode gerar consequências graves.5,7,9,10

Verifique com seu médico se a carteira de vacinação do seu filho está em dia.5,7,14

João Marcos

Conheça os fatos sobre a
Meningite Meningocócica

É uma doença grave que pode levar a óbito em 24 a 48 horas.1

1 em cada 5 casos pode levar a consequências graves como amputações, surdez ou cicatrizes.11,12

Aproximadamente 2 em cada 10 pessoas acometidas vão a óbito, no Brasil.8

A vacinação é a melhor forma de prevenção contra a doença, e está disponível nas redes pública e privada. Outras formas de prevenção incluem: manter os ambientes ventilados e limpos e evitar aglomerações.7,13

A doença meningocócica é uma doença infecciosa causada pela bactéria Neisseria meningitidis(1). Essa bactéria pode causar meningite (infecção do cérebro e da medula espinhal) e septicemia (infecção na corrente sanguínea)(1,2). Esses dois tipos de infecções são muito graves e podem levar à morte em até 24 horas(1,2,3).
A bactéria causadora da doença pode ser transmitida por gotículas para outras pessoas, através do beijo, da tosse ou de espirros(1). As bactérias podem ser transportadas no nariz e na garganta de uma pessoa infectada que não apresenta sintomas, mas pode transmiti-las para outras pessoas(1,6).
A doença meningocócica pode afetar pessoas de qualquer idade, mas afeta principalmente bebês, crianças em idade pré-escolar e jovens(1).
Os sintomas da doença meningocócica podem aparecer primeiro como uma doença parecida com a gripe e piorarem rapidamente(2). Os sintomas mais comuns da meningite são pescoço rígido, febre alta, sensibilidade à luz, confusão, dores de cabeça e vômito(1). Em crianças, esses sintomas podem ser difíceis de serem percebidos ou podem não estar presentes(2). Em vez disso, a criança pode parecer lenta ou inativa, irritada, apresentar vômitos e falta de apetite(2). Uma forma mais grave de doença meningocócica é a septicemia (infecção da corrente sanguínea), caracterizada por erupções roxas escuras e danos rápidos à corrente sanguínea e aos órgãos(1,2). Mesmo quando a doença é diagnosticada precocemente e o tratamento adequado é iniciado, os infectados podem vir a falecer, muitas vezes dentro de 24 a 48 horas após o início dos sintomas(1). Se não tratada, a doença meningocócica pode ser fatal e resultar em danos ao cérebro, perda auditiva ou deficiência nos sobreviventes(1).
Existem diferentes vacinas contra os 5 principais sorogrupos causadores da doença meningocócica (A, B, C, W e Y) no Brasil(1). O tratamento com antibiótico (quimioprofilaxia) para quem esteja em contato próximo com pessoas infectadas pode diminuir o risco de infecção(1). Consulte seu profissional de saúde para obter mais informações(7).

Referências:
1. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Meningococcal meningitis Factsheet: WHO; 2018. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/meningococcal-meningitis. Acesso em: 21 maio 2020.
2. CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Meningococcal Disease. Signs and Symptoms: CDC; 2017. Disponível em: https://www.cdc.gov/meningococcal/about/symptoms.html Acesso em: 21 maio 2020.
3. THOMPSON, MJ. et al. Clinical recognition of meningococcal disease in children and adolescents. Lancet;367(9508):397-403,2006.
4. BRASIL. Ministério da Saúde. Anexo I - Calendário da criança. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/marco/04/Calendario-Vacinao-2020-Crian--a.pdf. Acesso em: 21 maio 2020.
5. SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Calendário de Vacinação SBP 2020. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/22268g-DocCient-Calendario_Vacinacao_2020.pdf. Acesso em: 21 maio 2020.
6. CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Meningococcal disease: causes and spread to others. Disponível em: https://www.cdc.gov/meningococcal/about/causes-transmission.html. Acesso em: 21 maio 2020.
7. BRASIL. Ministério da Saúde. Meningite: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: http://saude.gov.br/saude-de-a-z/meningites. Acesso em: 21 maio 2020.
8. Pesquisa realizada na base de dados DATASUS, utilizando os limites “EVOLUÇÃO” para Linha, “FAIXA ETÁRIA” para Coluna, “CASOS CONFIRMADOS” para Conteúdo, “2019” para Períodos Disponíveis, “MM”, “MCC” e “MM+MCC” para Etiologia, e “TODAS AS CATEGORIAS” para os demais itens. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinannet/cnv/meninbr.def. Acesso em: 21 maio 2020.
9. PELTON, SI. Meningococcal Disease Awareness: Clinical and Epidemiological Factors Affecting Prevention and Management in Adolescents. Journal of Adolescent Health, 46: S9-S15, 2010
10. Pesquisa realizada na base de dados DATASUS, utilizando os limites “FAIXA ETÁRIA” para Linha, “SOROGRUPO” para Coluna, “CASOS CONFIRMADOS” para Conteúdo, “2019” para Períodos Disponíveis, “MM”, “MCC” e “MM+MCC” para Etiologia, e “TODAS AS CATEGORIAS” para os demais itens. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinannet/cnv/meninbr.def. Acesso em: 21 maio 2020.
11. ROSENSTEIN, NE. et al. Meningococcal disease. N Engl J Med. 344(18): 1378-88, 2001.
12. OLBRICH, KJ. et al. Systematic Review of Invasive Meningococcal Disease: Sequelae and Quality of Life Impact on Patients and Their Caregivers. Infectious Diseases and Therapy, 7(4): 421-438, 2018.
13. SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Calendário de vacinação da criança: Recomendações da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) - 2020/2021. Disponível em: https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-crianca.pdf. Acesso em: 21 maio 2020
14. BRASIL. Ministério da Saúde. Vacinação: quais são as vacinas, para que servem, por que vacinar, mitos. Disponível em: http://saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/. Acesso em: 21 maio 2020.